Economia

Arrendou casa de emigrante a novo inquilino até 2041

Notícias de Coimbra | 1 ano atrás em 21-03-2023

Desde 2013 que um senhorio alugava um apartamento a um emigrante francês, mas recentemente decidiu mudar a fechadura de casa e arrendar o T4 em Braga a outras pessoas. O novo contrato termina em 2041 e inclui o uso de todos os móveis, equipamentos e eletrodomésticos, que foram comprados pelo anterior arrendatário.

PUBLICIDADE

O emigrante apresentou queixa-crime por abuso de confiança agravado, mas o Tribunal de primeira instância absolveu o senhorio, afirmando que houve apenas um caso de despejo ilegal, revela o Jornal de Notícias.

Agora, o Tribunal da Relação de Guimarães aceitou o recurso do queixoso e concluiu que “houve erro notório no juízo probatório negativo, relativamente à intenção de apropriação dos bens do inquilino e à alegada falta de consciência da ilicitude dessa atuação”, informa o JN.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

O senhorio chegou a admitir em tribunal que alterou as fechaduras do apartamento em janeiro de 2019, apenas porque o emigrante tinha deixado de pagar renda no verão de 2018.

PUBLICIDADE

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE