Conecte-se connosco

Desporto

Armindo Araújo espera voltar a ser “o melhor português” no Rally de Portugal

Publicado

em

Araujo-LUSA

Armindo Araújo (Skoda Fabia) parte para o Rali de Portugal de 2022 com a ambição de reforçar a liderança do Campeonato de Portugal de Ralis (CPR) e de ser o melhor piloto luso no final da prova.

Araújo, que já foi por nove vezes o melhor português (incluindo as vitórias à geral em 2003, 2004 e 2006, anos em que a prova não integrou o calendário do Mundial), lidera, após três etapas, o Campeonato de Portugal de Ralis (CPR), com 72 pontos, mais nove do que Miguel Correia (Skoda Fabia), que é segundo, e mais 18 do que Bruno Magalhães (Hyundai i20), terceiro.

A versão CPR do Rali de Portugal encerra na sexta-feira, após nove especiais desenhadas na zona centro do país, com um total de 124,49 quilómetros cronometrados, incluindo as superespeciais em Coimbra e em Lousada.

“O objetivo é vencer na sexta-feira para o CPR, fazer o máximo de pontuação e, se possível, terminar depois o Rali de Portugal como o melhor português”, diz Armindo Araújo que é, aos 44 anos, o mais experiente piloto do pelotão nacional, contando já com dois títulos mundiais de Produção (2006 e 2007).

Em declarações à agência Lusa, o piloto natural de Santo Tirso reconheceu que “o dia de sexta-feira vai ser duro”, pois “é muito longo” e os pilotos não vão “ter assistência”.

“Teremos de ser inteligentes a gerir a mecânica do carro”, advertiu o líder do campeonato nacional, que venceu esta prova em 2021 e terminou como o melhor representante nacional.

Além dos três primeiros do CPR, pilotos como o campeão nacional Ricardo Teodósio (Skoda Fabia) ou José Pedro Fontes (Citroën C3) devem ser tidos em conta na luta pela vitória ‘nacional’, apesar de, nos últimos anos, a batalha mais intensa ter sido travada entre Araújo e Magalhães.

O Rali de Portugal é a quarta das oito provas do calendário do CPR. Armindo Araújo venceu as duas primeiras provas, o Serras de Fafe, Felgueiras, Cabreira e Boticas e o Azores Rallye, enquanto Miguel Correia triunfou no Rali Terras D’Aboboreira, em Amarante.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link