Conecte-se connosco

Coimbra

Arganil recua no desconfinamento. Novos casos reduziram para menos de metade numa semana. Compare os mapas

Publicado

em

Arganil recua mais um passo no desconfinamento devido aos dados da covid-19 revelados hoje pela Direção-Geral da Saúde, aplicando-se as medidas impostas a 5 de abril. Mesmo com redução no índice de novos casos por 100.000 habitantes, de 608 para 272, o que baixa para o nível Elevado o risco de transmissão, o concelho vai regredir no desconfinamento. A incidência refere-se aos dias entre 16 e 26 de maio.

No concelho de Arganil é apenas permitido o funcionamento de lojas até 200 m2 com porta para a rua, limitação máxima de 4 pessoas por mesa e na esplanada até às 22h30 nos dias de semana e até às 13h00 aos fins de semana. Podem ser praticadas modalidades desportivas consideradas de baixo risco e atividade física ao ar livre até quatro pessoas e ginásios sem aulas de grupo. Podem continuar a funcionar equipamentos sociais na área da deficiência.

Mapas comparativos da incidência da covid-19 na Região de Coimbra com os dados divulgados a 21 e 28 de maio. Os números dizem respeito ao registo de novos casos por 100.000 habitantes, a 14 dias. Dados oficiais da DGS com infografia Notícias de Coimbra

Oliveira do Hospital sai da lista dos concelhos em observação. Nos restantes dezassete municípios da Região de Coimbra só Cantanhede regista mais de 100/por 100.000 ha, mantendo-se no nível de risco moderado.

Portugal tem hoje 18 concelhos com incidência do novo coronavirus superior a 120 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, menos três que os registados há uma semana. Não existem concelhos em risco extremamente elevado, ou seja, com incidência a 14 dias superior a 960 casos por 100 mil habitantes.

Em risco muito elevado de contágio mantém-se o município da Ribeira Grande (619) que regista incidência acumulada superior a 480 casos por 100 mil habitantes e o único neste grupo.

Dos 18 concelhos, seis registam um acumulado, nos últimos 14 dias, de mais de 240 casos por cada 100 mil habitantes, mais dois em relação ao boletim anterior: Arganil (272), Golegã (262), Nordeste (329), Odemira (364), Vila do Bispo (272) e Vila Franca do Campo (326).

Os restantes 11 concelhos têm valores entre os 120 e os 239,9 casos por 100 mil habitantes.

Com zero casos nos últimos 14 dias são referidos 61 concelhos, menos 20 em relação ao boletim anterior.

Na nota explicativa dos dados por concelhos é referido que a incidência cumulativa “corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada”.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link