Conecte-se connosco

Coimbra

Aprígio Santos “deve” 600 Milhões de Euros

Publicado

em

aprigio santos

Já se sabia que Aprígio de Jesus Ferreira dos Santos e Maria Dolores Barreto Sebastião tinham requerido, no Tribunal de Cantanhede, para enveredarem por um Processo Especial de Revitalização (PER), no âmbito do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas  (CIRE), que também pode ser usado por particulares.

O que ainda não é o público é quanto deve o presidente da Naval, “preso” numa teia onde é fácil ver que o empresário e as suas empresas se misturam e confundem, sendo  complicado saber onde elas e ele começam e acabam.

Notícias de Coimbra  teve agora acesso ao processo, tendo consultado a lista de créditos aceites pela Administradora da Insolvência. O valor  reclamado pelos credores até custa a escrever, quanto mais a dizer! Aprígio Santos  e a senhora devem cerca de 600 ooo ooo,oo. Seiscentos Milhões de Euros. Grande percentagem deste montante é da banca. Não é qualquer um que consegue chegar a este patamar de endividamento. É de se tirar o chapéu ao homem que gosta de os usar. Só um empreendedor “abençoado” consegue ter crédito a este nível!

O Top 5 é liderado pelo BCP, onde Aprígio teve crédito de  € 25o  640 314, 83€, o que resenta quase metade dos créditos apurados. Em segundo lugar aparece  BPN – PARVALOREM com €168 502 218,44, entidades que já terão perdoado alguns valores, mas, apesar disso o Estado pediu o arresto património. O Montepio Geral contribiu com  € 70 034 095, 21.  A estatal Caixa Geral de Depósitos suportou  € 25 521 760, 57. Banif quer receber €4 517 760, 67.

Notícias de Coimbra,  sem querer ser exaustivo, revela quem tem a receber quê:

O BBVA reclama o pagamento de 4 297 547,87 Euros. Diz respeito a financiamento obtidos pela Parques  Mondego, SA e Pré Bloco Anastor, valores não liquidados pela sociedade com interesses em Trouxemil e na Tocha, cujo “dono” Aprígio Santos avalizou.

O BIC quer receber €1 114 871, 92, parte do valor diz respeito um empréstimo à  Naval, avalizado pelo seu Presidente. A divida ao BPI é simbólica, está relacionada com o avale para a aquisição de de uma viatura Jaguar, cujas prestações não foram liquidadas pelo tomador. Mais “sorte, tiveram os bancos O BII, Popular, Barclays, BNP Paribas, Santander Totta,  pois, em conjunto, não vão “perder” mais do que um milhão de Euros.

BCP pretende reaver 25o  640 314, 83 Euros. Grande parte do montante está relacionado com livranças avalizadas pelo devedor e subscritas por diversas empresas  como a Riviera, Imohollding, Aprigius, APA, Parques Mondego (do universo empresaria de Aprígio Santos) para garantia de pagamento ao banco, mas também há cartões de crédito por liquidar.

O Banif tem créditos de 458 741, 19 + 4 517 760, 67. Dívidas da Parques Mondego e Aprigius, de novo avalizadas pelo ainda presindente do club da Figueira que foi orbigado a sair da Segunda Liga de Futebol.

O BPN emprestou € 25 018 464, 58. Contratos  de mútuo, locação e livranças. Algarvesol, Formula 1 (Empresa proprietária do avião Buch Aricroft Corp), Aprigius, Anestor, Figueira Exposições, Butwell (sociedade que detém o terreno que AS comprou a Joe Berardo no sapal de Alvor).

Já a Parvalorem, a empresa pública que herdou os activos tóxicos do BPN pretende recuperar 143 483 753, 86 Euros.Cenário habitual, Aprígio empresário solicita financiamento e assina livranças onde se voltam a encontrar NAVAL, A.P.A, Construções Rainha, Algarvesol, Parques Mondego…

A Caixa Agrícola tem direito a 1 254 783,34 Euros.  O figurino é o mesmo. Contratos com  Pré Bloc Anestor, Quinta da Rocha e C.VU, que, para não variar, também não apagaram.  AS avalizou livranças.

Montepio Geral é credor de € 70 034 095, 21. Hipotecas e Créditos. Aprigius, Algarvesol, A.P.A, Parques do Mondego, Espaço Cinco Mil e Trinta e Imolholding. Proprietário avalizou. Empresas não pagam. AS e mulher credores.

Caixa Geral de Depósitos: 25 521 760, 57. Aprigius, Finguinvest…Mais do mesmo. Mas também temos letras e livranças sacadas pela Naval SAD, onde aparece a PPTV (Sport TV). Como é sempre a somar, o e-eleitor acrescente mais 836, 090, 27, que saíram da Caixa Leasing, do mesmo, portanto.

Na lista de créditos aceites pelo Tribunal de Cantanhede também se contra empresas do conglomerado empresarial de Aprígio Santos, como a  Aprigius  que reclama o pagamento de 26 321 577, 77 Euros, a Parques do Douro que  quer 753 002, 50 ou a  Parques do Mondego que deseja reaver 165 609,19, que se destacam no meio de outras entidades estatais, públicas, privadas e particulares,  a quem o Presidente da Naval deve algum dinheiro, mas nade que se compare com a dívida à banca.

Em actualização

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com