Conecte-se connosco

Crimes

Apreendidos mais 434 quilos de alfarroba no Algarve

Publicado

em

A GNR apreendeu um total de 434 quilos de alfarroba e identificou oito pessoas por furto daquele fruto seco, em Silves e São Bartolomeu de Messines, no distrito de Faro, foi hoje divulgado.

Em comunicado, a GNR adianta que a apreensão aconteceu em duas situações distintas, tendo a primeira ocorrido na sexta-feira, em Silves, no seguimento de uma denúncia a dar conta de um furto de alfarroba.

Os militares “deslocaram-se rapidamente” para o local, onde identificaram quatro pessoas, dois homens de 17 e 55 anos e duas mulheres de 15 e 56 anos, tendo apreendido 257 quilos de alfarroba, apanhada sem autorização do proprietário do terreno.

A segunda situação ocorreu no sábado, em São Bartolomeu de Messines, durante uma ação de fiscalização a uma viatura, que a GNR verificou ter no seu interior “uma grande quantidade de alfarroba”.

Como os suspeitos não conseguiram justificar a sua proveniência, os militares apreenderam 177 quilos de alfarroba e identificaram as quatro pessoas que seguiam no veículo: três homens de 19, 30 e 46 anos e uma mulher de 43 anos.

Em ambas as situações, a GNR apreendeu os veículos dos suspeitos.

Os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Silves, acrescenta a GNR, que sublinha ter reforçado o policiamento e a fiscalização relativamente à apanha e comércio da alfarroba no Algarve.

Nas últimas semanas, têm-se acentuado os furtos de alfarroba na região, fruto cujo preço aumentou dez vezes nos últimos anos, tendo já atingido entre 40 a 50 euros a arroba (15 quilos).

A semente do fruto é muito usada na indústria alimentar, sendo também aplicada nas indústrias farmacêutica e cosmética.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade