Conecte-se connosco

Politécnico

App que promove entreajuda entre comunidade académica vence Poliempreende no Politécnico de Coimbra

Publicado

em

Uma aplicação mobile que promove a entreajuda e economia circular na comunidade estudantil do Ensino Superior, através da troca ou doação de bens entre estudantes, é o projeto vencedor da 17.ª edição do Concurso Regional Poliempreende, que decorreuontem, 21 de julho, nos Serviços Centrais do Politécnico de Coimbra (IPC).

A equipa GRREC, constituída por quatro estudantes do IPC, Marco Filipe e Nuno Correia (ESTeSC), Pedro Gaspar (ISEC) e Soraia Sousa (ISCAC) e a estudante do Politécnico de Portalegre Fernanda Bresciani, vai representar o IPC no concurso nacional e recebe um prémio monetário no valor de 2.000€ e 12 meses de incubação no INOPOL Academia de Empreendedorismo, para apoio à constituição da empresa.

A equipa vencedora espera que este projeto providencie “um serviço facilitador no que diz respeito à diminuição de desigualdades materiais na comunidade”. Para além de anunciar a troca ou doação de bens entre estudantes, a app permite também anunciar serviços por parte de empresas com o mesmo target market (como, por exemplo, centros de explicação) e publicitar negócios que atinjam efetivamente o público-alvo que as empresas pretendem.

O projeto já venceu a primeira edição do Concurso de Ideias de Cocriação de Inovação no IPC, no âmbito do projeto Link Me Up – 1000 Ideias, realizado em junho passado.

Soraia Sousa, porta-voz da equipa, destaca a “ambição e motivação” do grupo e o acompanhamento da empresa parceira Critical Software e acredita que o projeto seja reconhecido na edição nacional do Concurso “pela sua capacidade de colmatar um problema social e ambiental, assim como unir-se à tecnologia e ser uma novidade no mercado”.

Na 17.ª edição do Poliempreende no Politécnico de Coimbra foram submetidas 33 ideias de negócio, de áreas científicas muito diversas e representativas das seis Escolas do Politécnico de Coimbra. Sara Proença, pró-presidente do IPC e Coordenadora Regional do Poliempreende, destaca as equipas “cada vez mais diversas e multidisciplinares, congregando elementos oriundos de várias unidades orgânicas e de diferentes perfis, estudantes e professores/investigadores, o que se afigura determinante para o sucesso dos projetos”. Para a responsável, a participação no Poliempreende “é decisiva no processo de transformação das ideias de negócio em projetos de vocação empresarial, uma vez que se trata de um programa com uma forte componente de capacitação e mentoring”.

O Projeto Grupo Criativa e o Projeto MealAdvisor ficaram em segundo e terceiro lugar, respetivamente. Os três vencedores do concurso regional, para além dos prémios monetários, terão acesso a serviços de incubação no INOPOL, a incubadora do Politécnico de Coimbra, e acesso a uma vasta rede de contactos e parceiros do ecossistema empreendedor, que irão ser fulcrais para alavancar os projetos e dar origem a novas empresas.

O Poliempreende, projeto em rede que envolve a comunidade académica do conjunto de instituições de ensino superior politécnico portuguesas, visa promover uma cultura empreendedora e alavancar projetos de vocação empresarial inovadores, em parceria com diversos agentes do ecossistema empreendedor nacional. O Politécnico de Coimbra integra a rede Poliempreende desde a 5.ª edição do Concurso e conta com cinco vitórias a nível nacional, um segundo e um terceiro prémios e um prémio inovação Delta.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com