Coimbra

António Costa considera injusta e insustentável contagem de todo o tempo de serviço dos professores

Notícias de Coimbra | 5 anos atrás em 03-05-2019
 

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou hoje que a contagem total do tempo de serviço dos professores levanta dúvidas de constitucionalidade, é uma medida socialmente injusta e insustentável do ponto de vista financeiro.

PUBLICIDADE

Esta advertência foi feita por António Costa numa declaração ao país, depois de ter estado reunido cerca de 40 minutos com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, na sequência da crise política aberta com a aprovação pelo parlamento, apenas com os votos contra do PS, da recuperação do tempo total de serviço dos professores no período em que houve congelamento de progressões.

PUBLICIDADE

“A comissão parlamentar de Educação aprovou na especialidade, na quinta-feira, um conjunto de normas que, independentemente das muitas dúvidas de inconstitucionalidade que suscita, é socialmente injusta e financeiramente insustentável”, declarou.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE