Conecte-se connosco

Política

André Ventura diz que bloco central seria “uma dádiva dos céus” para o Chega

Publicado

em

O presidente do Chega, André Ventura, afirmou hoje que uma solução de bloco central, que junte PS e PSD, seria “uma dádiva dos céus” para o seu partido.

No caso de ser firmado um acordo entre PS e PSD, o Chega “será o líder da oposição”, a confirmar-se a possibilidade de ser a terceira força política, notou André Ventura, que falava aos jornalistas antes do último jantar-comício da campanha, no Barreiro, distrito de Setúbal.

“Eu não quero dizer isto, mas isso era uma dádiva dos céus. Foi o que aconteceu em Espanha, em que o PSOE teve que se juntar com todos os outros e o Vox [partido de extrema-direita espanhol] tem 20% nas sondagens”, afirmou.

O presidente do Chega alertou para a possibilidade de se estar “a cozinhar um Governo do bloco central”, considerando “grave” os dois partidos “não o terem dito durante a campanha eleitoral, que é quando o deveriam ter dito”.

“Portanto, acho que se PS e PSD se entenderem por não conseguirem ir de acordo às bandeiras do Chega, para nós ótimo. Ficaremos a liderar a oposição”, frisou.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link