Conecte-se connosco

Cidade

Amor, vamos tomar o pequeno almoço? No escurinho…

Publicado

em

O maior eclipse solar observável em Portugal nesta década vai ocorrer na próxima sexta-feira, dia 20 de março. Em Coimbra, este evento astronómico terá início pelas 8:02, e terminará às 10:12, atingindo o seu máximo pelas 9:04, com 70% do disco solar coberto.

Para promover a observação deste fenómeno com toda a segurança, cuja simulação pode ser visualizada emhttp://oal.ul.pt/wpcontent/uploads/2015/03/Coimbra_eclipse2015Mar20_anim.gif (fonte: OAL), o Observatório Geofísico e Astronómico da Universidade de Coimbra (OGAUC), situado no Alto de Santa Clara, abre as suas portas ao público.

Além da observação do eclipse solar, o Observatório promove um conjunto de atividades diversas relacionadas com a temática. Assim, a partir das 8 horas, junto ao edifício da cúpula astronómica, decorrerá uma sessão de observação solar através de telescópios devidamente equipados para o efeito, de óculos para eclipses e recorrendo ao método de projeção.

Palestras, visitas à coleção museológica do OGAUC e uma exposição de posters alusiva à observação do Sol, são outras atividades previstas. E porque este eclipse «coincide com a chegada da primavera (o equinócio ocorrerá às 22h25m), pelas 12h30m será reproduzida a experiência de Eratóstenes de medição do raio da Terra (no âmbito da iniciativa Bons Raios Te Meçam –http://www.mat.uc.pt/mpt2013/bons-raios-te-mecam.html)», descreve o responsável do Observatório, João Fernandes.

O investigador da UC lembra ainda que «o Sol nunca deve ser observado diretamente a olho nu. Por outro lado, radiografias, óculos de sol ou CDs não são métodos seguros para a observação do Sol.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com