Coimbra

Amigos de Santa Maria de Semide reivindicam intervenção rápida em claustro

Notícias de Coimbra | 10 anos atrás em 20-03-2014

A recém-criada Liga dos Amigos do Mosteiro de Santa Maria de Semide, no concelho de Miranda do Corvo, reivindicou hoje uma rápida intervenção no claustro quinhentista do imóvel, cujas obras têm sido adiadas sucessivamente.

PUBLICIDADE

Luís Martins, presidente da direção, disse à agência Lusa que o Governo tem de avançar “o mais rápido possível” com a recuperação do claustro do mosteiro, sob pena daquele património ficar irremediavelmente perdido.

PUBLICIDADE

“O objetivo desta Liga de Amigos, criada no final do ano passado, é defender e salvaguardar o património material e imaterial da União de Freguesias de Semide e Rio de Vide, com especial enfoque para o Mosteiro de Santa Maria”, explicou.

PUBLICIDADE

publicidade

O presidente da associação reconhece que o país enfrenta dificuldades económico-financeiras, mas pede ao Governo para não se esquecer daquele património e desbloqueie as verbas necessárias.

No verão de 2013, a Direção Regional de Cultura do Centro anunciou a aprovação da candidatura que vai permitir arrancar com a obra de reconstrução, no valor de 400 mil euros, financiados em 85% por fundos comunitários.

PUBLICIDADE

Os restantes 15% seriam suportados em partes iguais entre o Estado e a Câmara de Miranda do Corvo.

As obras tiveram início previsto para novembro, mas mais uma vez os prazos voltaram a falhar.

A recuperação do mosteiro de Semide, classificado como monumento nacional, que remonta ao século XII, foi alvo de um protocolo em 1999, entre o IEFP e a Direção-Geral dos Monumentos Nacionais, numa cerimónia que juntou no edifício dois secretários de Estados.

Cerca de 15 anos depois da assinatura do protocolo, ainda só foi concluída a primeira de três fases da obra, que arrancou em 2003, com a consolidação e cobertura dos edifícios ardidos em 1964 e 1990, finalizada no primeiro trimestre de 2004, durante o Governo de Durão Barroso.

Em 2005, o município de Miranda do Corvo avançou com os arranjos do espaço fronteiro do mosteiro, com o objetivo de valorizar o monumento.

A Liga dos Amigos do Mosteiro de Santa Maria de Semide apresenta-se publicamente na sexta-feira, às 14:00, nos claustros do monumento.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com