CHUC

Alexandre Lourenço mantém-se como presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra

Notícias de Coimbra com Lusa | 6 meses atrás em 15-01-2024

Imagem: Facebook

A Direção Executiva do Serviço Nacional de Saúde (DE-SNS) manteve hoje no cargo os presidentes dos Conselhos de Administração (CA) das Unidades Locais de Saúde (ULS) de Coimbra, Médio Ave, Alto Ave, Estuário do Tejo e Almada-Seixal.

PUBLICIDADE

Num comunicado, a DE-SNS salientou ainda que foram também nomeados hoje diretores clínicos para os cuidados de saúde primários destas cinco ULS, além de vogais executivos propostos pelos municípios abrangidos pelas ULS.

“Não existiu nenhuma exoneração de qualquer elemento dos respetivos conselhos de administração”, destacou a DE-SNS.

PUBLICIDADE

A ULS Estuário do Tejo, que agrega o Hospital de Vila Franca de Xira e o ACeS Estuário do Tejo, é presidida pelo gestor hospitalar Carlos Andrade Costa.

Como diretor clínico para os cuidados de saúde primários da ULS do Estuário do Tejo foi hoje nomeado o economista e especialista em administração hospitalar Duarte Pedro de Sousa Tavares, que também exerce funções de vogal executivo, na sequência de proposta dos municípios abrangidos por esta ULS.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

No Conselho de Administração (CA) da ULS de Almada-Seixal (que reúne o Hospital Garcia de Orta e o Agrupamento de Centros de Saúde de Almada-Seixal) mantêm-se em exercício de funções os atuais membros, nomeados em 2022, presidido por Teresa Machado Luciano.

Com a função de diretor clínico para a área dos cuidados de saúde primários foi hoje designado o médico Pedro Jorge Alves Pacheco.

Nesta ULS foi também nomeada Susana Graúdo como enfermeira diretora, lugar que estava vago.

Para a ULS Coimbra mantém-se o CA nomeado em 2023, presidido por Alexandre Lourenço, e foi nomeada como diretora clínica de cuidados de saúde primários a médica de família Almerinda Rodrigues.

No Médio Ave foi nomeado como diretor clínico para os cuidados de saúde primários Nuno Alberto Videira da Costa Carvalho, formado em engenharia eletrotécnica e com experiência de gestão no Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) Grande Porto I Santo Tirso / Trofa, que também exercerá funções de vogal executivo, por proposta dos municípios abrangidos por esta ULS.

António Barbosa tinha sido nomeado este mês para presidente da ULS Médio Ave, que junta o Centro Hospitalar do Médio Ave aos ACeS do Grande Porto I (Santo Tirso/Trofa) e do Ave (Famalicão).

Já Manuel António Carvalho Marinho foi hoje nomeado diretor clínico da ULS do Alto Ave e também exercerá funções de vogal executivo, na sequência de proposta dos municípios.

A ULS do Alto Ave, com o Hospital da Senhora da Oliveira e o ACeS do Alto Ave, é dirigida pelo médico Pedro Cunha.

No primeiro dia do ano os serviços de saúde no continente ficaram organizados em 39 ULS, com a criação de 31 novas unidades (a somar às oito já existentes), que têm como objetivo integrar numa mesma estrutura a gestão financeira e dos cuidados prestados pelos centros de saúde e pelos hospitais de referência. Paralelamente, serão extintas as Administrações Regionais de Saúde.

Os restantes conselhos de administração irão ser nomeados nos próximos dias, acrescentou a DE-SNS.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE