Portugal

Alergias e primavera afetam o cabelo e o couro cabeludo. Saiba o que deve fazer

Notícias de Coimbra | 1 mês atrás em 15-04-2024

Imagem: https://depositphotos.com/pt/

 A primavera traz consigo a temida temporada das alergias com os pólenes, os ácaros e outros alergénios a pairar no ar.

PUBLICIDADE

Estes elementos não afetam apenas as vias respiratórias, mas também a saúde do couro cabeludo, causando irritação, escamação ou enfraquecimento e, inclusive, provocando a queda de cabelo. Durante esta época, é crucial ter especial atenção ao cuidado capilar para evitar qualquer complicação.

As alergias também podem causar alguma vermelhidão no couro cabeludo devido à inflamação e descamação que se manifesta, sobretudo, em pessoas com pele seca. Como indicam os especialistas, as pessoas com pele sensível são mais suscetíveis de sofrerem de irritações durante esta época do ano, assim como as que apresentam antecedentes de alergias respiratórias.

PUBLICIDADE

Para uma boa saúde capilar durante a temporada das alergias, os especialistas da Insparya destacam a importância do acompanhamento realizado por equipas médicas especializadas para avaliar o estado de saúde do couro cabeludo e prestar o melhor aconselhamento relativo à melhor rotina de tratamento diário para prevenir, atenuar a irritação e a comichão:

1. Lavar o couro cabeludo massajando suavemente a zona afetada para estimular a circulação sanguínea. Utilizar água morna é o segredo para também eliminar os alergénios do cabelo.

PUBLICIDADE

É importante aplicar produtos suaves  que incluam ingredientes potencialmente calmantes ou que tenham ingredientes anti-inflamatórios como o azeite de arandos, algas ou bisabolol, componente essencial do óleo de camomila. O champô Dermocalm do Grupo Insparya reúne esta composição única e distingue-se pelas suas propriedades anti-inflamatórias, reestruturantes e calmantes para o couro cabeludo.

2.  Para evitar uma irritação mais intensa no couro cabeludo é necessário enxaguar bem o cabelo e evitar qualquer produto exfoliante. Além disso, quando se trata de desembaraçar o cabelo, é recomendável o uso de escovas ou pentes de dentes largos e nunca fazê-lo com o cabelo húmido, pois estará mais frágil e mais suscetível de quebrar.

3.  Outra questão a ter em conta é evitar fontes de calor, já que estas absorvem a humidade que é essencial para que o cabelo se mantenha hidratado. Em caso de utilização do secador, o ideal é mantê-lo numa temperatura média ou fria e a uma distância de aproximadamente 15 a 20 centímetros do couro cabeludo.

4. No que que diz respeito à utilização de fixadores de cabelo,  é importante ter em conta os ingredientes presentes na fórmula, pois o uso excessivo pode resultar na queda do cabelo. Por outro lado, as tintas de cabelo podem desequilibrar o PH do couro cabeludo, assim como a descoloração que pode eliminar os óleos e nutrientes essenciais à saúde capilar.

A melhor forma de promover a saúde capilar é através da adoção de corretas rotinas de tratamento do cabelo e do acompanhamento da sua condição por profissionais especializados como os que estão disponíveis  nas consultas de avaliação capilar promovidas pela Insparya em vários pontos do país.

No próximo dia 19 de abril, o Grupo Insparya promove consultas de avaliação de saúde capilar em Coimbra, no Instituto de Medicina Integrativa Dr. Diogo Amorim, na Rua Filipe Simões nº19.

 Esta é uma oportunidade para conhecer a tecnologia Insparya que permite alcançar os melhores e mais eficazes resultados na área dos tratamentos e transplantes capilares e receber aconselhamento sobre os cuidados a ter com o cabelo ao longo do ano, tendo em atenção o impacto da mudança de época. Para uma avaliação completa e gratuita poderá agendar consulta através do site Insparya.pt ou por telefone através do 800 91 33 33.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE