Conecte-se connosco

Politécnico

Acordo entre ESTeSC-IPC e o grupo IGHS “garante estágios em Omã”

Publicado

em

A Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Politécnico de Coimbra (ESTeSC-IPC) e o  Idealmed Group of Healthcare Services (IGHS) assinaram ontem um protocolo de  cooperação que vai permitir aos recém-diplomados da Escola realizar estágios em  regime de mobilidade nos hospitais do grupo, nomeadamente no Oman International  Hospital e no Globalmed Medical Center (Macau). O acordo prevê ainda a colaboração  das duas instituições em projetos de investigação e no desenvolvimento de programas  de formação especializada, anunciou hoje a instituição.

“Este protocolo coloca a ESTeSC-IPC num patamar que a Escola merece, como uma  Escola de referência que é, e a colaborar com um parceiro relevante”, afirma o  presidente da ESTeSC-IPC, Graciano Paulo. Para o dirigente, o acordo entre a ESTeSC IPC e o IGHS “tem um potencial enorme”, uma vez que abrirá a oportunidade aos  estudantes de todos os cursos da Escola de realizar estágio em contexto internacional – e em unidades de saúde de referência –, beneficiando das novas regras do programa  Eramus (que permite a realização de programas de mobilidade em qualquer parte do  mundo) e das estruturas de apoio do grupo IGHS (que garante alojamento, transporte e  todo apoio necessário aos estagiários deslocados). 

As condições em que são acolhidos os estudantes e diplomados que integram este tipo  de protocolos são, aliás, uma preocupação central do IGHS. “Acompanhamos muito as  pessoas e asseguramos que se sentem em casa”, garante o chairman do grupo, José  Alexandre Cunha. A experiência, assegura, será certamente positiva e enriquecedora   para os estagiários, dado o reconhecido “nível de exigência, qualidade e diferenciação”  dos projetos do grupo, adaptados às realidades “do seu enquadramento geográfico”. 

Por outro lado, o grupo IGHS acredita que os diplomados da ESTeSC-IPC representarão  uma mais-valia para as instituições onde vierem a ser colocados. “Depositamos uma  expectativa enorme neste protocolo porque reconhecemos que os profissionais de  saúde que saem da ESTeSC-IPC são pessoas altamente habilitadas para o mercado de  trabalho”, afirma José Alexandre Cunha. Para o responsável do grupo IGHS, o protocolo  ganha ainda maior importância por ligar duas instituições de Coimbra.  “Independentemente de sermos um grupo com uma matriz internacional, nós somos de  Coimbra. Sempre que temos oportunidade de celebrar laços com instituições de  referência da nossa cidade, fazemo-lo com redobrada satisfação”, afirma.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com