Conecte-se connosco

Coimbra

Achado “empata bus” no centro de Coimbra

Publicado

em

Os trabalhos em curso na Rua Olímpio Nicolau Rui Fernandes, inseridos na empreitada de construção do troço do Metrobus entre a Avenida Aeminium e o Hospital Pediátrico, vão entrar numa nova fase devido aos trabalhos de arqueologia que estão a decorrer junto à Câmara de Coimbra, informou hoje a Metro Mondego, que continua a esconder o “tesouro” que terá encontrado à beira dos Paços do Concelho de Coimbra.

“De forma a não atrasar a empreitada e o condicionamento de trânsito existente, os trabalhos vão avançar para a zona do Mercado Municipal D. Pedro V, garantindo-se o acesso aos estacionamentos nos três parques do mercado. A entrada para o estacionamento subterrâneo e para o estacionamento à superfície será pela Rua Martins de Carvalho, mantendo-se as saídas atuais. Os automobilistas que circulam pela Rua Martins de Carvalho e os provenientes do estacionamento superior do mercado D. Pedro V terão de circular pelo estacionamento à superfície, ficando este sem cancela e controlado por parcómetro”, acrescenta a operadora.

No que diz respeito à paragem dos SMTUC no sentido descendente, a paragem provisória a funcionar nas imediações da Escola Secundária Jaime Cortesão será desativada, passando a funcionar no abrigo existente junto às instalações da PSP.
O condicionamento existente na Rua Olímpio Nicolau Rui Fernandes resulta da intervenção nas redes de águas e saneamento em toda a extensão da rua, com o objetivo de remodelar a infraestrutura de abastecimento de água e de drenagem de águas residuais domésticas e pluviais.

Continua a decorrer a implementação de circulação alternada com recurso a semaforização e desvio de trânsito, à exceção dos autocarros dos Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC) e dos veículos para acesso local e, naturalmente, para veículos de recolha de resíduos sólidos urbanos (RSU) e de emergência. Sendo este um troço de grande movimento, recomenda-se o uso de vias alternativas e a circulação em volta da cidade (que estão devidamente identificadas nos locais de decisão de trajeto como, por exemplo, na Casa do Sal ou na Rotunda da Cindazunda), de forma a evitar atravessar este troço do centro urbano.

Para um acompanhamento mais próximo destes condicionamentos, é recomendável a utilização de aplicações com informação em tempo real, que permitem, em cada momento, apoiar a escolha do percurso mais eficiente, conclui a MM.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com