Conecte-se connosco

Académica

Académica vence em Penafiel e volta a colar-se aos lugares de subida

Publicado

em

A Académica venceu hoje no campo do Penafiel, por 2-1, com um ‘bis’ de João Mário, e volta a colar-se aos lugares de subida na II Liga de futebol, num bom jogo da 23.ª jornada.

O avançado guineense dos ‘estudantes’ foi a figura do jogo, ao marcar aos 25 e 55 minutos, quebrando um jejum de vitórias da Académica no 25 de Abril que durava há 26 anos, desde a temporada 1994/95. O Penafiel ainda reduziu por Ronaldo Tavares, aos 82, mas não foi suficiente para somar pontos.

Na classificação, a Académica continua no terceiro lugar, agora a apenas um ponto e mais um jogo do segundo Feirense e a dois do líder Estoril Praia, nos lugares de subida direta, enquanto o Penafiel mantém o oitavo lugar, com os mesmos 29 e dois jogos a menos.

Após um mês sem jogar, devido a um surto de covid-19, o Penafiel procurava regenerar-se e retomar o trilho dos bons resultados, mas a Académica, ferida por duas derrotas consecutivas que a retiraram dos lugares de subida, trazia a lição bem estudada, não se importando de ceder a iniciativa para responder em transição.

Os locais tiveram mais posse e passes numa primeira parte em que lhes pertenceram os primeiros remates, por Wagner e Simãozinho, mas a Académica, das melhores equipas a defender no campeonato, logo tratou de juntar as linhas e retirar espaços em zonas próximas da sua baliza.

A estratégia de provocar a exposição contrária e explorar, depois, as transições resultou em pleno aos 33 minutos, na sequência de um canto contra, logo transformado numa saída simples e demasiado rápida para os centrais do Penafiel.

Sanca serviu a velocidade de João Mário à saída do seu meio-campo e o avançado, sem nunca perder o controlo da bola, rematou colocado à entrada da área do Penafiel, sem possibilidade de defesa para Emanuel Novo.

A Académica regressou dos balneários com o objetivo de controlar o jogo com bola e melhor ficou no jogo com o ‘bis’ de João Mário, aos 55 minutos, a emendar um centro de Traquina da direita.

O técnico penafidelense tirou do banco Ronaldo Tavares e mudou o esquema inicial, aumentando a agressividade e arriscando mais no ataque, mas Rui Pedro não foi feliz na finalização, desperdiçando claras oportunidades de golo, aos 59 e 81, um minuto antes de Ronaldo ‘fuzilar’ Mika. Apesar do esforço final, o resultado não voltaria a sofrer alterações.

Jogo disputado no Estádio 25 de Abril, em Penafiel.

Penafiel – Académica, 1-2.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, João Mário, 25 minutos.

0-2, João Mário, 55.

1-2, Ronaldo Tavares, 82.

Equipas:

– Penafiel: Emanuel Novo, Capela, Ricardo Machado, Paulo Henrique (Pedro Soares, 88), Gustavo Henrique, João Amorim, Bruno César, Simãozinho (Júnior Franco, 58), Robinho (David Caiado, 46), Rui Pedro (Pedro Prazeres, 88) e Wagner (Ronaldo Tavares, 58).

(Suplentes: Luís Ferreira, Vitinha, David Santos, Leandro Teixeira, Júnior Franco, David Caiado, Pedro Prazeres, Pedro Soares e Ronaldo Tavares).

Treinador: Pedro Ribeiro.

 

– Académica de Coimbra: Mika, Fabiano, Rafael Vieira, Silvério, Bruno Teles, Mimito, Dias, Fabinho (Diogo Pereira, 74), Traquina, João Mário e Leandro Sanca (Mayambela, 74).

(Suplentes: Stojkovic, Mike, Fábio Vianna, Kay, Pedro Pinto, Diogo Pereira, Mayambela, Dani Costa e Rafael Furtado).

Treinador: Rui Borges.

Árbitro: Artur Soares Dias (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Traquina (07), Ricardo Machado (37), Mika (43) e João Mário (66).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com