Conecte-se connosco

Académica

Académica regressa aos triunfos na II Liga com vitória sobre o Casa Pia

Publicado

em

A Académica de Coimbra venceu hoje no terreno do Casa Pia, por 3-0, em jogo da 29.ª jornada II Liga portuguesa de futebol, num jogo marcado pela eficácia dos ‘estudantes’.

O resultado começou a ser construído ao minuto 24, com Matheus Dantas a marcar na própria baliza, na sequência de um canto. Já na segunda parte, aos 72 minutos, Zé Castro aumentou a vantagem da Briosa, na cobrança de uma grande penalidade, e o 3-0 final, e também o melhor momento do encontro, foi da autoria de Mayambela, que marcou aos 78 minutos.

Com este triunfo, a Académica, que estava há cinco jogos sem vencer, regressa aos triunfos, soma 52 pontos e sobe à terceira posição da classificação, que permite discutir a subida à I Liga.

Já o Casa Pia, depois de ter goleado o Mafra na última jornada, volta a perder em casa. Os ‘gansos’, com 38 pontos, estão na sétima posição, mas podem nesta jornada ser ultrapassados por Penafiel e Benfica B.

A jogar em casa, o Casa Pia entrou dominante no encontro, empurrando a Académica para o seu reduto mais defensivo. Embora sem criar grandes ocasiões de perigo, a equipa de Filipe Martins superiorizou-se na luta a meio-campo, sempre com Saviour Godwin e Malik à espreita no ataque, e com o ganês a pôr os reflexos de Mika à prova pela primeira vez aos 12 minutos.

A Académica mostrava evidentes dificuldades em ligar o seu jogo, só a espaços conseguia jogar no meio-campo dos ‘gansos’, e por isso foi totalmente contra a corrente do jogo que os ‘estudantes’ chegaram à vantagem, através de um golo na própria baliza de Matheus Dantas.

Na marcação um canto do lado direito do ataque, Chaby bateu para o miolo da área lisboeta e o central brasileiro do Casa Pia, num lance infeliz, cabeceou a bola para a própria baliza.

O começo da segunda parte trouxe uma reedição da primeira, com o Casa Pia a ‘apertar’ novamente a Académica. Descontentes com o resultado, os ‘gansos’ assumiram o controlo do jogo e nos primeiros dez minutos podiam ter chegado ao empate, com Malik a desperdiçar a melhor ocasião num remate ao lado da baliza da formação de Coimbra.

A meio da etapa complementar, na sequência de um canto, Vitó voltou a deixar os casapianos perto do empate, com um remate na entrada da área que a ‘muralha’ da Académica deteve quase em cima da linha de golo.

A Académica continuava apática no jogo, mas Matheus Dantas, infeliz, voltou a ‘atraiçoar’ os casapianos ao cometer uma grande penalidade sobre Bouldini. Na cobrança do castigo máximo, Zé Castro, de regresso à equipa após lesão, enganou Ricardo Batista e fez o 2-0 para os estudantes.

Se até então a Académica pouco tinha feito para merecer o resultado, a jogada que o ataque da Briosa desenhou aos 78 minutos, e resultou no 3-0, valeria o bilhete se fosse autorizada a presença de adeptos nas bancadas.

Em contra-ataque, Bouldini e Mayambela foram ultrapassando jogadores do Casa Pia com triangulações ao primeiro toque e, já dentro da área, o sul africano, que tinha acabado de entrar, atirou colocado para o terceiro da equipa de Rui Borges em Pina Manique.

Jogo realizado no Estádio de Pina Manique, em Lisboa.

Casa Pia – Académica, 0-3.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, Matheus Dantas, 24 minutos (na própria baliza).

0-2, Zé Castro, 72 (grande penalidade).

0-3, Mayambela, 78.

Equipas:

– Casa Pia: Ricardo Batista, Sousa, Matheus Dantas, Kelechi John, Jefferson, Diego Medeiros (Fati,68), Vítor Gonçalves (Camilo, 77), Vitó (Christian, 76), Zolotic (Banjaqui, 60), Malik e Saviour Godwin (Jota, 80).

(Suplentes: Lucas Paes, Derick Poloni, Jota, Christian, Camilo, Fati, Zach, Banjaqui e Djoussé).

Treinador: Filipe Martins.

– Académica: Mika, Fabiano, Zé Castro (Silvério, 88), Rafael Vieira, Mike, Chaby (Mimito, 70), Ricardo Dias, Diogo Pereira, Traquina (Dani, 88), Sanca (Mayambela, 76) e Mohammed Bouldini (Fabinho, 88).

(Suplentes: Stojkovic, Silvério, Pinto, Dani, Fábio Vianna, Fabinho, Mayambela, Kay e Mimito).

Treinador: Rui Borges.

Árbitro: Manuel Oliveira (AF Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Fabiano (19), Ricardo Dias (32) Jefferson (45) e Vitó (54).

Assistência: jogo realizado à porta fechada devido à pandemia da covid-19.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com