Região

“À nossa chegada estavam já sem sinais de vida”. Casal de 98 e 88 anos morre em incêndio

Notícias de Coimbra | 3 semanas atrás em 29-05-2024

Duas pessoas, de 90 e 88 anos, morreram hoje, na sequência de um incêndio habitacional em Rebordinho, São João de Lourosa, disse à agência Lusa o comandante em suplência dos Bombeiros Sapadores de Viseu, Rui Nogueira.

PUBLICIDADE

“O alerta foi-nos dado pela GNR que tinha sido chamada ao local pelos vizinhos, porque deixaram de ver o casal nas suas rotinas diárias e, à chegada, percebeu que havia sinais de incêndio no interior da habitação”, contou o comandante.

Rui Nogueira disse ainda à agência Lusa que “de facto tinha havido incêndio, mas já extinto e confinado a um único compartimento” da moradia onde “residia o casal, um masculino com 90 anos e uma feminina com 88”.

PUBLICIDADE

“À nossa chegada as duas vítimas estavam já sem sinais de vida, o que acabou por ser confirmado pela equipa da VMER” (Viatura Médica de Emergência e Reanimação) que esteve no local, em Rebordinho, freguesia de São João de Lourosa, referiu.

Segundo o comandante, a habitação apresentava “sinais de incêndio com elevada temperatura e com muito fumo, ainda que confinado a um comportaminto, e acabou por se extinguir por falta de comburente”.

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

Rui Nogueira acrescentou que, apesar disso, “o fumo espalhou-se pela habitação, acabando por provocar danos que a deixam inabitável, apesar da estrutura estar, aparentemente, intacta”.

O alerta foi dado às 12:02 e no local estiveram 22 operacionais apoiados por nove veículos dos Bombeiros Sapadores e Voluntários de Viseu, INEM, GNR e Polícia Judiciária (PJ) que “vai agora investigar” o que se terá passado.

Related Images:

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE