Fama

“A MADRUGADA QUE EU ESPERAVA” COM CHUVA DE ESTRELAS

Notícias de Coimbra | 1 mês atrás em 15-04-2024

Jorge Palma junta-se aos já anunciados convidados do novo álbum de Bárbara Tinoco e Carolina Deslandes, “A Madrugada que eu esperava”, que junta as vozes da revolução e do presente. Com edição agendada para dia 25 de abril, Jorge Palma, Sérgio Godinho, Paulo de Carvalho, Luísa Sobral, Filipe Melo, Salvador Sobral, Rita Rocha, Tatanka, Tiago Nogueira, Buba Espinho e Diogo Branco, unem-se às duas artistas neste longa duração composto por 17 canções, que mais do que um disco é uma ode à liberdade, no ano em que se celebram 50 anos da Revolução dos Cravos. Já é possível conhecer o primeiro single, faixa que dá nome ao álbum, com videoclipe disponível no YouTube oficial de Bárbara Tinoco.

PUBLICIDADE

O álbum é resultado do musical homónimo, “A Madrugada que eu esperava”, em cena desde o passado dia 14 de fevereiro, até dia 31 de maio, que junta as duas cantautoras na autoria e na partilha de palco, como atrizes principais. As 17 faixas editadas reúnem os 13 temas apresentados em cena e ainda quatro canções originais, compostas exclusivamente para o musical, mas que com algum desgosto acabaram por ficar de fora, por ser impossível incluir tanta criação num espetáculo de uma hora e meia e que agora ganham vida em estúdio.

O alinhamento é composto pelas canções oficiais do musical, algumas na voz de Bárbara Tinoco e Carolina Deslandes, e outras entregues aos convidados especiais Sérgio Godinho, Paulo de Carvalho, Luísa Sobral, Filipe Melo, Salvador Sobral, Rita Rocha, Tatanka, Tiago Nogueira, Buba Espinho e ainda Diogo Branco, protagonista no papel de Francisco. O álbum inclui ainda os instrumentais gravados em estúdio, tal como apresentados em cena pelos músicos músicos Feodor Bivol (Guitarra), Marco Pombinho (Piano), Miguel Casais (Bateria), Rui Pedro Pity (Baixo), e Sandra Martins (Violoncelo), com a contribuição das guitarras de Diogo Clemente e Pedro mourato.

PUBLICIDADE

O Musical “A Madrugada que eu esperava”, nome extraído de 25 de Abril, um dos mais célebres poemas de Sophia de Mello Breyner Andresen, parte de uma ideia original, escrita por Hugo Gonçalves, autor de vários romances, entre os quais Filho da Mãe e Deus Pátria e Família e guionista de inúmeras séries para televisão, nomeadamente o sucesso “Rabo de Peixe”. A encenação está a cargo de Ricardo da Rocha e as canções foram escritas a quatro mãos por Bárbara Tinoco e Carolina Deslandes, numa co-produção Força de Produção e Primeira Linha.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE