Conecte-se connosco

Coimbra

Nova edição d’Os Lusíadas recupera a grafia das primeiras edições

Publicado

em

O Colégio das Artes da Universidade de Coimbra e a Editora Almedina juntam-se, na quinta-feira (31 de março) para o lançamento de uma edição de “Os Lusíadas”, sem inclusão de ilustrações, num “tratamento exclusivamente gráfico e tipográfico” que procura manter a grafia das primeiras edições.

lusiadas
A iniciativa decorre às 18:00, no Colégio das Artes, e a obra conta com a coordenação de António Olaio e Rita Marnoto, e com o design da FBA.

Para António Olaio dizer “a edição” e não “uma edição” é um lapso intencional. De facto, trata-se de “uma edição”, como será óbvio, mas “uma edição” que nasce de um jogo conceptual que procura uma relação com este livro como se de um ressurgimento se tratasse.

Desde logo, a opção por fazer uma edição sem ilustrações sublinha o foco no próprio livro. A expectativa em relação a um lugar que trata sobretudo das práticas artísticas levaria a crer que seria na imagem que se apostaria ao editar um livro como “Os Lusíadas”. E de facto é da imagem, do poder metafórico da imagem que surge a ideia de editarmos “Os Lusíadas”. E encontrámos a melhor forma de o fazer na ausência de quaisquer ilustrações, acrescenta Olaio.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade