Conecte-se connosco

Ensino

47% dos alunos portugueses vão de carro com a família para a escola

Publicado

em

 

No ano em que a Semana Europeia da Mobilidade tem como tema “Caminhar e Pedalar em Segurança”, o Observador Cetelem Regresso às Aulas conclui que 34% dos alunos portugueses vão a pé para a instituição de ensino.

Transportes públicos ganham maior relevância à medida que alunos avançam no ano de ensino. Contudo, a opção mais vezes utilizada continua a ser o carro (47%).

Este é o momento de regressar às rotinas e à escola. E quando questionados pelo Observador Cetelem Regresso às Aulas 2019 sobre várias formas de transporte utilizadas para estas deslocações, 47% dos encarregados dizem que os estudantes a seu cargo vão de carro com a família, e 34% deslocam-se a pé. De seguida, os transportes públicos parecem ser uma escolha para 27% dos inquiridos, logo a seguir de transportes contratados (5%) e scooters/motas (1%). Cada encarregado inquirido pode selecionar mais do que uma resposta de entre as apresentadas.

Os dados permitem observar que há mais estudantes que se deslocam de carro com a família entre os que estão no ensino pré-escolar e no 1º Ciclo (68% e 62%, respetivamente).

No 2º Ciclo, a deslocação a pé assume maior relevância (44%), seguidos dos que vão de carro com a família (42%). No 3º ciclo, há uma maior repartição entre estudantes que vão de carro (38%), de transportes públicos (36%) e a pé (34%), enquanto no ensino secundário os transportes públicos são os mais utilizados para a deslocação (45%), seguidos das caminhadas (38%).

Para os alunos do ensino público, a deslocação de carro com a família é relevante (43%), mas representa praticamente metade dos que frequentam o ensino privado (84%). Entre alunos do ensino público destacam-se igualmente a deslocação a pé (36%) e a utilização de transportes públicos (28%) – opções que registam apenas 10% entre encarregados de educação dos alunos do ensino privado.

Numa análise geográfica, é possível verificar que o automóvel é o tipo de transporte mais utilizado em todo o país, destacando a Grande Lisboa e o Grande Porto (com 53% cada), e a zona Centro (48%), onde se regista a maior diferença face à segunda opção, caminhar (21%). No Norte há um maior equilíbrio entre opções, com 38% de preferências pelo carro, 35% transportes públicos e 34% pela ida a pé. A Sul do país a ida de carro (47%) e as caminhadas (44%) são as principais opções.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com