Coimbra

1,5 milhões de euros para acelerar a indústria da microeletrónica

Notícias de Coimbra | 6 anos atrás em 03-05-2018

 

PUBLICIDADE

Coimbra, 03 mai (Lusa) – O Instituto Pedro Nunes (IPN), de Coimbra, desafiou hoje as empresas portuguesas a candidatarem-se ao projeto europeu DIATOMIC, que tem 1,5 milhões de euros para impulsionar a indústria da microeletrónica.

PUBLICIDADE

O objetivo do projeto DIATOMIC – Digital Innovation Hubs passa por “acelerar o desenvolvimento de produtos e serviços inovadores baseados em sistemas eletrónicos e inteligentes aplicados aos setores da saúde, agroalimentar ou indústria”, informou o IPN, parceiro deste projeto europeu.

A este programa, podem candidatar-se pequenos consórcios (dois a três parceiros) até 15 de junho (em https://www.f6s.com/diatomic).

PUBLICIDADE

publicidade

PUBLICIDADE

publicidade

“Após um processo de seleção e avaliação, os candidatos terão acesso a um banco de testes de tecnologia, suporte na criação de negócios e apoio no desenvolvimento e prototipagem de produtos e serviços direcionados para o mercado”, explicou o IPN.

Segundo o coordenador do DIATOMIC, Raimund Bröchler, citado na nota de imprensa, o projeto vai fornecer “as ferramentas certas para tornar simples, atingível e eficaz a experimentação em microeletrónica avançada e com tecnologias inteligentes de integração de sistemas”.

O DIATOMIC é um projeto europeu de três anos, que reúne vários centros de investigação e desenvolvimento tecnológico, entre os quais o IPN, sediado em Coimbra.

Related Images:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE