Conecte-se connosco

Cinema

14 000 no cinema do TAGV

Publicado

em

De setembro de 2015 a julho de 2016, o Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV) acolheu cerca de 14 mil espetadores nas várias sessões de cinema.

unnamed (5)

O TAGV continua a privilegiar a exibição de cinema que obteve nas últimas décadas um lugar de destaque na sua programação regular, em parceria com a Medeia Filmes, Alliance Française, Goethe Institut – Kino, Centro de Estudos Cinematográficos – AAC, Festival de Animação de Lisboa – MONSTRA, Associação Il Sorpasso – Festa do Cinema Italiano e a  Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra/Curso de Estudos Artísticos.

A “cinematografia do mundo” adquiriu nos últimos anos uma presença forte no Teatro, com o acolhimento de vários festivais e ciclos, entre os quais a Festa do Cinema Francês. O projeto, com uma longa tradição na cidade de Coimbra, traz ao TAGV a cinematografia francófona mais recente, mobilizando anualmente mais de 4.000 espectadores.

Em outubro e novembro de cada ano, para além da Festa do Cinema Francês, o TAGV continua a acolher o Caminhos Film Festival, festival que dá a conhecer os mais recentes projetos de cinema português, cuja vitalidade dos últimos anos têm-no distinguido nos certames internacionais mais importantes.

Em Coimbra, numa lógica de rede com várias cidades do país, o cinema contemporâneo celebra-se igualmente através de outras línguas. Assim, o TAGV recebe de forma regular, desde 2011/2012, a Festa do Cinema Italiano e o Kino – Mostra de Cinema de Expressão Alemã.

Somam-se ainda iniciativas de qualidade, com regularidade mensal ou anual, tais como as Sessões do Carvão, programação de cinema clássico envolvendo os alunos de Estudos Artísticos nas escolhas dos filmes.

A animação tem lugar no TAGV, agora através da parceria com a Associação Meridional de Cultura/ Festival MONSTRA, que propõe mensalmente, ao sábado, o seu programa Cinema em Família, que exibe uma singular seleção de curtas-metragens de diferentes países da Europa realizadas entre 2007 e 2009, com diversas temáticas e distintas técnicas de animação, tendo como principal objetivo promover o espírito crítico dos mais jovens e o debate em família sobre cada um dos filmes.

Dando continuidade ao ciclo Cinema à Segunda criado em 2011, em que destaca semanalmente a cinematografia de autor europeia e mundial, o TAGV apresenta mais uma “mão-cheia” de filmes com estreia em exclusivo em Coimbra, no TAGV.

26 SETEMBRO 18:30 Mistérios de Lisboa, De Raúl Ruiz
Com a presença especial dos atores
“Um filme extraordinário. Uma obra-prima.”
J. M. Coetzee, escritor (Prémio Nobel da Literatura)

03 OUTUBRO 18:30 Uma nova amiga / Une nouvelle amie, De François Ozon
Com realização e argumento do aclamado realizador francês François Ozon (“Sob a Areia”, “Swimming Pool”, “O Tempo Que Resta”, “Potiche – Minha Rica Mulherzinha”, “Dentro de Casa”), um melodrama que adapta ao grande ecrã o conto homónimo da escritora inglesa Ruth Rendell (1930-2015). O protagonismo está entregue aos atores Romain Duris, Anaïs Demoustier, Raphaël Personnaz e Isild Le Besco.

03 OUTUBRO 21:30 A Academia das Musas / La Academia de Las Musas, De José Luis Guerin
Nascido em Barcelona, José Luís Guerín realiza a sua primeira longa-metragem, “Los Motivos de Berta”, em 1983. Em 1990 realiza dois documentários: “City Life” e “Innisfree”, com o qual venceu vários prémios em Espanha. Sete anos depois estreia “Comboio de Sombras” e vence o Grande Prémio no Fantasporto. Em 2001, o documentário “En Construcción” estreia em competição no Festival de San Sebastián onde vence o Prémio Especial do Júri e o prémio FIPRESCI. Seis anos depois regressa à ficção com “Dans la ville de Sylvia”, que se estreia em competição no Festival de Veneza.

10 OUTUBRO 18:30 The Neon Demon, De Nicholas Winding Refn
Um filme híbrido, um psicodrama no feminino, por vezes quase camp, um conto de fadas moderno que envia a sua inocente protagonista numa perigosa viagem para o desconhecido, por um dos mais interessantes autores do cinema contemporâneo.

O preço das sessões do Cinema à Segunda mantém-se na próxima Temporada – 4 euros e 3 euros (com desconto – < 25, Estudante, > 65, Grupo ≥ 10, Desempregado, Parcerias TAGV).

10 OUTUBRO 21:30 Francofonia, De Aleksandr Sokurov
Um dos maiores nomes do cinema russo actual, Sokurov estreou “Skorbnoye beschuvstviye”, em competição no Festival de Berlim, em 1987. Dez anos depois, “Mãe e Filho” trouxe-lhe a atenção da crítica internacional. No Festival de Cannes, em 1999, estreou “Moloch”, o primeiro filme daquela que viria a ser chamada “Tetralogia do Poder, à qual se juntariam “Taurus”, em 2001, “O Sol”, em 2004 e “Fausto”, que lhe trouxe o Leão de Ouro no Festival de Veneza, em 2011. No ano de 2001, estreou também “A Arca Russa”, um filme feito em apenas um plano, que se tornaria um dos seus maiores sucessos.

17 OUTUBRO 18:30 Amanhã / Demain, De Mélanie Laurent e Cyril Dion
O premiado documentário (há meio ano em cartaz em França, já ultrapassou largamente o milhão de espectadores) da actriz e realizadora francesa Mélanie Laurent e do jornalista e fundador do movimento Colibris e da revista Kaizen Cyril Dion, não tendo propriamente a pretensão de transformar o mundo (uma das fundadoras de um movimento pela utilização de terrenos municipais para criação de hortas biológicas comunitárias diz no filme: “isso é uma coisa demasiado ambiciosa; vamos fazer o que podemos nas nossas ruas, nas nossas cidades”), mas com o propósito de demonstrar que, petit à petit, podemos contribuir para isso, percorre-o mostrando-nos uma crescente “imensa minoria” de cidadãos, que, à sua escala, operam “pequenos milagres” e provam que sim, que é ainda possível percorrer um sentido inverso ao do caminho galopante para o abismo a que as últimas décadas, do capitalismo global, nos têm conduzido, e que levarão rapidamente o nosso ecossistema ao estado crítico (o esgotamento de recursos, as alterações climáticas…), como denunciava um estudo publicado na revista Nature, e que fez soar fez soar os alarmes, levando Dion, Laurent e um grupo de amigos que trabalham no cinema, nesta “viagem à volta do mundo em 80 dias”, ao encontro daqueles que, localmente, cultivam estes oásis de utopia, e que não só propõem mas levam a cabo soluções.

17 OUTUBRO 21:30 Uma Pastelaria em Tóquio/ Na, De Naomi Kawase
Sentaro gere uma pequena pastelaria de dorayakis – uma especialidade japonesa que consiste em duas panquecas recheadas com doce de feijão (“an”, no original). Quando Tokue, uma senhora com cerca de 70 anos, se oferece para trabalhar na pastelaria de Sentaro, ele aceita com relutância. No entanto, Tokue rapidamente prova que a sua receita de “an” é mágica. Graças à sua receita secreta, o negócio de Sentaro floresce rapidamente. Com o tempo, Sentaro e Tokue abrem os seus corações, e desenvolvem uma relação de amizade que vai revelando também algumas feridas do passado.

31 OUTUBRO 18:30 Carneiros / Hrútar, De Grímur Hákonarson
Uma história simples e directa, que nos leva até a uma Islândia rural tão remota como as paisagens que rodeiam os protagonistas deste filme. Num vale isolado na Islândia, dois irmãos que não falam um com o outro há quarenta anos vão ter de se unir para salvar o seu bem mais precioso: os seus carneiros.
Grímur Hákonarson é um realizador e argumentista islandês. O seu primeiro filme foi o documentário “Varði Goes Europe”, em 2002. Nos anos que se seguiram realizou duas curtas e participou no projeto “Boys on Film 4: Protect Me from What I Want”. Em 2010, estreou-se nas longas-metragens de ficção com “Sumarlandið” filme que o lançou na Islândia. “Carneiros”, o seu primeiro filme a ser distribuído em Portugal, estreou na secção Un Certain Regard, no Festival de Cannes, onde venceu o Prémio de Melhor Filme.

31 OUTUBRO 21:30 11 Minutos / 11 Minut, De Jerzy Skolimowski
Uma cadeia de acontecimentos completamente inesperados acaba por traçar o destino de uma série de habitantes de uma cidade em apenas 11 minutos.

19 NOVEMBRO A 26 NOVEMBRO Caminhos Film Festival
Produção Caminhos do Cinema Português/AACC –  Centro de Estudos Cinematográficos/AAC
Ao longo de vinte e uma edições, o festival abre-se a Juniores, Seniores, Escolas de Cinema, editoras e livreiros, aproximando os criadores dos seus públicos, naquela que é a única mostra dedicada exclusivamente ao cinema nacional.

17ª Festa do Cinema Francês em Coimbra
O TAGV recebe uma vez mais a Festa do Cinema Francês, agora na sua 17ª edição. Organizada pelo Institut Français du Portugal, em colaboração com o Teatro Académico de Gil Vicente e a Alliance Française, a Festa do Cinema Francês chega a Coimbra com uma programação que traz à cidade, em antestreia, o que de mais recente e melhor se produz cinematograficamente em França.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link