Conecte-se connosco

Coimbra

1 minuto de silêncio no Portugal-Brasil em Rugby

Publicado

em

O Complexo Municipal de Taveiro, em Coimbra, será palco na próxima quinta-feira, a partir das 15:00, do Portugal- Brasil, jogo de preparação da equipa nacional para o Rugby Europe Trophy 2016-17.

chapecoense-1024x673

Antes do início da partida entre Lobos e Tupis, será respeitado um minuto de silêncio, em memória das vítimas da queda do avião que transportava a equipa de futebol brasileira Chapecoense.

Na conferência de imprensa de antevisão do jogo,realizada no Salão Nobre da Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Machado, Presidente da Câmara Municipal de Coimbra, destacou a “iniciativa notável” de receber os Lobos na cidade coimbrã, fazendo votos que o frente a frente entre Portugal e o Brasil “seja um grande evento desportivo” e “uma boa forma de celebrar o1.ºde Dezembro”.

O encontro terá transmissão em directo na SportTV e a entrada é gratuita.

Luís Cassiano Neves, presidente da Federação Portuguesa de Rugby (FPR), mostrou-se “orgulhoso pelo convite recebido pela Câmara Municipal de Coimbra para a realização deste jogo”, salientando que “um dos objectivos da direcção da FPR é promovera descentralização e levar o rugby para fora de Lisboa”. “Os clubes do Centro são muito importantes para o rugby português: Académica, Agrária de Coimbra, RC Lousã e RC Bairrada.

Pretendemos também, com este jogo, mostrar que acreditamos no projecto de rugby desenvolvido nesta região. É preciso que o rugby tenha uma pegada geográfica cada vez maior”,acrescentou.

Já Martim Aguiar,em declarações ao site da FPR,começou por analisar as duas vitórias alcançadas neste mês de Novembro, contra a Bélgica e Suíça: “Era importante começarmos a ganhar e por isso foi uma entrada positiva, mas ainda temos muito que melhorar”.

O Seleccionador Nacional sublinhou ainda a recente subida de cinco lugares no ranking da World Rugby, que coloca Portugal “mais perto do lugar desejado”.

Sobre o confronto como Brasil, Martim Aguiar diz esperar uma equipa portuguesa“mais consistente”e a jogar“com mais qualidade e intensidade durante mais tempo”. A finalizar,o técnico alertou que os Tubis vêm de“dois jogos muito competitivos com a Alemanha” e têm “subido muito nos últimos dois anos”.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link