Conecte-se connosco

Cidade

1 ano de profunda saudade…

Publicado

em

O Notícias de Coimbra comemora hoje o seu 1º ANO de vida! (O Sexo e a  Cidade vai no 7º aniversário). Apesar do nosso reconhecido sucesso editorial,  com mais de 100 000 leitores (alguns visitam-nos mais de 5 vezes por dia), o que nos torna líderes da informação online na região de Coimbra, não temos motivos para festejar.

A generalidade dos anunciantes locais, quer sejam empresariais ou institucionais, ainda não descobriram (ou não querem descobrir) a capacidade de de influência do nosso diário, que tem uma audiência transversal junto de actuais e antigos residente em Coimbra, o que lhes permitiria chegar onde mais ninguém penetra com esta profundidade.

A esmagadora maioria dos leitores continua a preferir ler várias vezes por dia, sem ter de pagar uma vez por ano.  Adora, gosta, não passa sem o NDC, mas prefere praticar o acto coimbrinha de ver se consegue a “coisa à borla”, arranjando forma de “um amigo” lhe deixar ver ou envie o “conteúdo premium” que só está disponível para os poucos assinantes que desde a primeira hora tiveram a amabilidade de nos recompensar pelo nosso trabalho.

Chegados a este ponto,  já está a pensar que vamos deixar em paz quem se governa com o seu dinheiro?

Nem pense!

Podemos não contar com a sua colaboração para desenvolver um projecto com mais meios humanos e técnicos, mas vamos continuar a resistir, a tentar revelar o que alguns querem esconder, com o mesmo empenho e distanciamento que estão o nosso ADN, para que, enquanto haja força para resistir, o e-leitor não tenha de deixar amanhã  o que lhe interessa ler quando está a acontecer.

Assim, com a habitual frontalidade que nos caracteriza, colocando de lado a hipocrisia que reina por cá, se nos quer dar os parabéns, de forma bastante  efusiva, com um sorrido sincero, subscreva uma assinatura digital (desde 4,16€/mês) AQUI (se preferir envie um mail para: [email protected] ou peça valores para campanhas de publicidade (desde 100,00€/mês) para: [email protected]t.

OBRIGADO!  Sem favores, certo?

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade