Conecte-se connosco

Economia

Prestação da casa pode subir mais de 50%

Publicado

em

Os próximos meses não se anteveem fáceis para as famílias que têm créditos habitação. Os empréstimos mensais podem subir 59% entre janeiro deste ano e julho de 2023.

As taxas Euribor estão em forte alta o que se vai traduzir em maiores dificuldades na hora de pagar a prestação da casa. De acordo com a simulação do Expresso, num empréstimo por 30 anos de 150 mil euros, são mais 261 euros por mês, chegando aos 436 euros mensais num crédito de 250 mil euros. No caso de o empréstimo ter um prazo mais curto, o aumento pode ser menor mas continuará a ser igualmente expressivo. Num crédito a 10 anos, por exemplo, o agravamento rondará 25% e nos empréstimos a 20 anos andará perto de 50%.

Depois de as taxas de juro se terem mantido vários anos em território negativo, ninguém previa que o cenário se invertesse tão rapidamente. A taxa de juro de referência subiu meio ponto percentual em julho e outros 0,75 pontos percentuais no início de setembro e tudo indica que os aumentos não vão parar por aqui para grande preocupação das famílias portuguesas que recorreram ao crédito para comprar casa.

Em Portugal, a maioria das pessoas que recorre ao crédito à habitação opta pela taxa de juro variável, indexada às Euribor, nalgum dos seus prazos, sendo o mais comum a Euribor a seis meses, estando assim sujeito às oscilações das taxas.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com