Conecte-se connosco

Região

Mês da igualdade em Oliveira do Hospital termina com realização de mesa redonda  

Publicado

em

A iniciativa “Junho: Mês da Igualdade em Oliveira do Hospital” encerra amanhã, dia 30 de junho, com a realização de uma mesa redonda, em formato virtual, dedicada ao tema “11 anos de Promoção da Igualdade em Oliveira do Hospital”. 

Este momento de reflexão contará com vários convidados, entre o vereador do pelouro da Ação Social, José Francisco Rolo e outros elementos da equipa Igualdade Local: Cidadania Responsável; especialistas em Igualdade de Género; representantes de entidades coordenadoras de projetos na área da violência e forças policiais; e representantes das associações de estudantes das escolas do concelho.  

Com início às 15H30, a mesa redonda “11 anos de Promoção da Igualdade em Oliveira do Hospital” será transmitida em direto pela Centro TV e pela Rádio Boa Nova, tendo como moderadores Paulo Leitão e Beatriz Cruz, jornalistas daqueles órgãos de comunicação social parceiros, respetivamente. 

Desde o início do mês que o município de Oliveira do Hospital, através da equipa “Igualdade Local: Cidadania Responsável” tem vindo a desenvolver diversas iniciativas que visam colocar a igualdade entre mulheres e homens no centro da agenda pública. 

Este ano assumiu-se como foco da intervenção, a sensibilização e alerta para a violência no namoro, dirigindo-se várias ações em particular aos mais novos alertando para comportamentos que não devem ser considerados numa relação saudável. Exemplo disso é a campanha interativa cujo conteúdo é possível aceder através da leitura de um código QR nos mupis, espalhados pela cidade, e que redireciona o público para o site – https://igualdadecmoh.wixsite.com/my-site – onde encontra  um vídeo elaborado pelo youtuber oliveirense, Fábio Pereira, que acedeu ao desafio proposto pela Equipa. 

Exposições fotográficas nas bibliotecas municipais “A mão de obra feminina na Segunda Guerra Mundial” e “Natureza Real” de Rosa Figueiredo; animação da leitura “Maruxa” através de um Teatro Kamishibai com a Santa Casa da Misericórdia de Galizes; dramatização “Crimes Exemplares” através do projeto Biblioteca no Lar; sensibilização para a temática com a colaboração do CLDS 4G de Oliveira do Hospital junto da população sénior; Leituras na Rádio Boa Nova dedicadas a “3 Minutos de Igualdade” são outras iniciativas a decorrer. Está também patente a exposição multimédia da campanha contra o discurso de ódio da EAPN/Rede Europeia Anti-Pobreza intitulada “O discurso de ódio não é argumento”, na receção dos Paços do Município de Oliveira do Hospital e junto das escolas e IPSS do concelho com o objetivo de sensibilizar e colocar os intervenientes a debater e a refletir estas questões. 

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade