Conecte-se connosco

Saúde

Covid-19: Comissão Técnica de Vacinação reforçada com 19 membros consultivos

Publicado

em

A Comissão Técnica da Vacinação contra a covid-19 (CTVC) passou a integrar 19 membros consultivos, a maioria médicos de diversas especialidades, incluindo cinco pediatras, indica um despacho da diretora-geral da Saúde hoje publicado.

De acordo com o despacho assinado por Graça Freitas, a CTVC, um órgão criado em novembro de 2000 para aconselhar a Direção-Geral da Saúde sobre as estratégias de vacinação contra a covid-19, continua a ser coordenada pelo médico de medicina interna Válter Fonseca e passa a incluir a pediatra Ana Leça, que é presidente da comissão técnica de vacinação geral do país.

Entre os membros consultivos da comissão, e além de cinco pediatras, constam clínicos de diversas especialidades como obstetrícia, reumatologia, hematologia, imunoalergologia, nefrologia e oncologia, assim como especialistas em bioética.

Ema Paulino, a farmacêutica que assumiu recentemente a presidência da Associação Nacional de Farmácias, e o pediatra e epidemiologista Shamez Ladhani, que está ligado ao Public Health England, também integram este grupo consultivo, de acordo com o despacho da diretora-geral da Saúde.

“O futuro próximo exige um acompanhamento rigoroso e independente dos novos dados científicos de forma a proteger a saúde pública através da vacinação, e a adaptar as estratégias de vacinação, de forma permanente e continuada, à disponibilidade e aos resultados de segurança e eficácia das vacinas, e aos novos desafios da situação pandémica, exigindo, para isso, também uma diversificação das áreas de especialidade envolvidas nos trabalhos da CTV”, refere o despacho.

Entre as matérias que esta comissão está a analisar consta a vacinação das crianças e jovens entre os 12 e os 17 anos, cuja decisão deverá ser conhecida em breve.

O primeiro-ministro anunciou hoje, no debate do estado da nação, na Assembleia da República, a meta de vacinar com duas doses contra a covid-19, no período entre 14 de agosto e 19 de setembro, 570 mil crianças e jovens entre 12 e 17 anos.

“Aguardamos uma decisão final da Direção Geral de Saúde sobre a vacinação desta população. Mas tudo está preparado para nos fins de semana entre 14 de agosto e 19 de setembro serem administradas as duas doses de vacina às cerca de 570 mil crianças e jovens entre os 12 e os 17 anos”, declarou António Costa.

Antes, a ministra da Saúde revelou que a DGS pediu duas semanas para estudar os pareceres da CTV contra a covid-19 em jovens e os calendários de vacinação para definir uma posição.

“Aquilo que a DGS nos transmitiu ser o entendimento da Comissão Técnica de Vacinação é que será desejável dispor de mais algum tempo e referiram-nos um prazo de duas semanas para perceber mais em detalhe quais são os calendários”, afirmou Marta Temido.

Segundo a governante, os pareceres preliminares desta comissão apontam para “uma priorização do grupo etário dos 18 aos 16 anos” e “uma priorização de vacinação de crianças com comorbilidades na faixa” abaixo, entre os 15 e os 12 anos, além do já referido “pedido de mais tempo” para recolha e análise de informação.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com