Conecte-se connosco

Coimbra

Convívios de estudantes estarão na origem de casos de Covid no Politécnico de Coimbra (com vídeo)

Publicado

em

Convívios de estudantes do ensino superior terão estado na origem de pelo menos 11 casos de Covid-19 entre alunos do Instituto Politécnico de Coimbra (IPC). O alerta foi dado por um estudante da Coimbra Business School que testou positivo. A instituição está a aguardar o resultado de novas testagens e a tentar conter a situação.

“Chegou-nos ao conhecimento que dois alunos infetados estiveram em convívios que envolviam alunos da escola e de outras instituições de ensino superior também”, confirmou hoje ao Notícias de Coimbra (NDC) Pedro Costa, presidente da Coimbra Business School, do IPC, dando conta que os encontros ocorreram na semana passada “fora das instalações” da instituição e “sem uso de máscara”. Pelo menos um deles decorreu num estabelecimento de diversão noturna da cidade.

“Não foi nenhum convívio na escola e nem sequer deles tínhamos conhecimento prévio”, disse o responsável, explicando que estes se relacionam com comissões de carros da Queima das Fitas, tanto deste ano como do próximo. “É algo natural embora não seja recomendável”, admite e acrescenta: “temos que lidar com estes casos todos que são riscos inerentes à juventude, à irreverência”.

O presidente da Coimbra Business School não precisa o número de casos confirmados, falando de “dois ou três positivos” até à tarde de hoje. No entanto, o NDC sabe que no universo do Politécnico de Coimbra esta situação terá gerado 11 infetados. Jorge Conde, presidente da instituição, não quer para já comentar.

“Foram feitos testes PCR, alguns hoje outros para fazer ainda. É muito recente. Vamos ver a evolução. Estamos a analisar. Podemos tomar medidas hoje, se virmos que o número é elevado ou que está a crescer”, assegurou Pedro Costa ao NDC. “Estamos neste momento a ver em que turmas é que os alunos potencialmente contaminados, que estiveram em contacto com esses primeiros, vieram às aulas e em que cursos. Dia a dia, passo a passo, hora a hora, vamos analisar a real dimensão disto tudo”, referiu.

“Nestes convívios não havia só alunos do ISCAC. O que está aqui a acontecer acontece nas escolas todas”, sublinha. “São muitas dezenas de alunos, houve mais convívios do que estes dois, não sei dizer quantos, o presidente da Associação de Estudantes (AE) é que nos transmitiu isso”, revela. “Compete-nos fazer esse rastreio agora e tomar medidas que permitam mitigar a transmissão dentro da escola”, adianta.

Segundo Pedro Costa, a Coimbra Business School “é segura” e está preparada para “mitigar” a transmissão. “Não queríamos regressar ao ano passado, ao modelo de aulas à distância, mas se for necessário, no limite, iremos fazê-lo”.

O presidente considera que os estudantes estão “a receber informações contraditórias”. Se por um lado “são obrigados a regras apertadas na escola, depois vão para discotecas e não usam máscara”.

Pedro Costa reuniu-se esta tarde com o presidente da AE e pediu-lhe que não promovesse este tipo de confraternização. “Ele disse que não promoveu e que ia sugerir junto dos colegas que não fizessem mais convívios nos próximos tempos. Vem aí o Natal, uma época em que tipicamente os alunos vão ter com os pais, com os avós, com os tios e portanto aí o risco de transmissão é grande e os riscos são maiores porque são faixas etárias que podem desenvolver doença grave”, lembra.

Até à semana passada estavam confirmados 26 infetados com covid-19 em todo o IPC, num total de 11 mil alunos. “É um rácio razoável, nada de alarmante e muito abaixo do que tivemos o ano passado”, considera Pedro Costa. Nestes números ainda não estão contabilizados os casos detetados após os convívios.

O NDC tentou obter esclarecimentos sobre a existência de surtos e do aumento de casos de Covid-19 em Coimbra junto da Administração regional de Saúde do Centro e da Câmara Municipal mas, até à data, ainda não obteve resposta.

 

Veja aqui o direto NDC com Pedro Costa, presidente da Coimbra Business School:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link