Conecte-se connosco

Coimbra

Coimbra discute sexta-feira acordo para terminar litígio com Águas do Centro Litoral

Publicado

em

O município de Coimbra vai discutir sexta-feira, em reunião extraordinária, se aceita pagar cerca de 20 milhões de euros para colocar termo a um diferendo judicial com a empresa Águas do Centro Litoral, que dura há vários anos.

Em 2004, a Câmara de Coimbra fez um acordo com a Águas do Mondego, do grupo Águas de Portugal, transformada na atual Águas do Centro Litoral, que teria de fazer um conjunto de investimentos vultuosos e significativos até 2009.

“Estamos em 2021 e uma boa parte das ETAR [estações de tratamentos de águas residuais], condutas e adutoras de saneamento estão por fazer”, lamenta o presidente da Câmara de Coimbra, Manuel Machado.

Aos jornalistas, o autarca explicou que se gerou um conflito judicial quando a autarquia se apercebeu que, por exemplo, “na ETAR do Choupal era faturado mais tratamento de esgoto do que água em alta que adquiríamos, o que não tem razoabilidade”.

“Analisada a situação, verificámos que os medidores não foram instalados, que a canalização do esgoto em alta passa abaixo do nível do rio e que com os canos podres entra água que depois querem que paguemos como saneamento”, referiu.

O litígio em tribunal dura há vários anos sem solução, mas as duas entidades estão a estudar um acordo, que pode passar pelo pagamento de cerca de 20 milhões de euros à empresa de abastecimento de água, valor abaixo daquele que era exigido.

Segundo Manuel Machado, “dado que é percetível que vai ser possível alocar fundos europeus para as obras que são precisas desde 2004 e não estão feitas, estamos a discutir a fase final de um acordo de modo que as obras sejam feitas e tenham possibilidade de ser financiadas por fundos europeus e nós pagamos o que consumimos efetivamente”.

A proposta do eventual acordo esteve para ser votada hoje como adenda à ordem de trabalhos, mas os vereadores do movimento Somos Coimbra alegaram não estar na posse dos documentos necessários para analisar o processo, pelo que foi agendada uma reunião extraordinária sexta-feira às 17:00.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade [video width="1280" height="1280" mp4="https://www.noticiasdecoimbra.pt/wp-content/uploads/2020/11/banner-NDC-radioboanova.mp4" loop="true" autoplay="true" preload="auto"][/video]
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com