Conecte-se connosco

Região

Cantanhede requalifica da Rua dos Bombeiros Voluntários

Publicado

em

Está a decorrer em bom ritmo a obra de requalificação da Rua dos Bombeiros Voluntários. A empreitada, que obrigou ao corte temporário do trânsito num dos troços desta que é uma das principais vias de acesso ao centro da cidade, está orçada em 459.616 euros, é comparticipada a 85% por fundos comunitários e tem um prazo de execução de 9 meses.

Neste momento, os trabalhos centram-se na instalação de uma nova conduta de drenagem de águas pluviais, assim como na colocação de iluminação pública e de uma zona pedonal e ciclável sem barreiras urbanas na “rua das Oliveiras”.

A obra incidirá, numa segunda fase, junto ao parque de exposições e, por fim, na criação de uma rotunda e zonas adjacentes.

De acordo com o descrito no projeto de arquitetura, a intervenção pretende promover a qualidade ambiental, urbanística e paisagística desta que é uma via estruturante para as dinâmicas de mobilidade de e para o centro urbano e vem cumprir uma ambição antiga da autarquia.

O ordenamento urbano em torno da via decorreu em diferentes fases temporais e o que se pretende agora é reforçar a sua unidade urbanística através de uma intervenção pensada para resolver algumas incoerências e conflitos nos percursos pedonais e da ciclovia.

O espaço de intervenção inclui parte da Rua dos Bombeiros Voluntários, desde o cruzamento que apoia o acesso ao mercado municipal e o edifício da atual Loja do Cidadão até à rotunda mais a nascente, que liga a Estrada Nacional 234, na envolvente do cemitério. No entanto, o troço que consta da candidatura e integra a ARU – Área de Reabilitação Urbana, terminará na rotunda construída recentemente, que acede ao recinto da feira quinzenal no sentido norte e cujo seguimento orientado a sul liga ao atual quartel de bombeiros e ao centro escolar.

Da responsabilidade da Divisão de Estudos e Projetos da Câmara Municipal, o projeto de arquitetura assenta em três pressupostos: por um lado requalificar os espaços de usufruição pública em particular os espaços verdes, os espaços urbanos e os equipamentos de utilização coletiva; promover a melhoria geral da mobilidade, com uma melhor gestão da via pública e dos demais espaços de circulação; e potenciar a melhoria das acessibilidades aos cidadãos de mobilidade condicionada.

A empreitada tem uma extensão aproximada de 460 metros e integra aproximadamente 14.000 m2, dos quais cerca de 4.500 m2 destinados a zona partilhada para peões e bicicletas, 4.800 m2 de áreas ajardinadas e 1.650 m2 em betuminoso. A restante área de intervenção destina-se a requalificar zonas de transição e uniformização da iluminação publica ao longo das zonas pedonais.

A obra de requalificação da Rua dos Bombeiros Voluntários insere-se num programa mais vasto de regeneração urbana, cujo estudo foi apresentado à ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, no decorrer da cerimónia de inauguração da 30.ª edição da Expofacic.

Um desafio que, nas palavras da presidente do Município, Helena Teodósio, tem como finalidade a construção de “uma cidade inteligente e sustentável, uma cidade com proteção ambiental, equidade social e viabilidade económica”.

“Esta é a nossa visão para a cidade de Cantanhede num futuro tão próximo quanto possível”, enfatizou a autarca, classificando o projeto de “verdadeiramente entusiasmante, não só por aquilo que representa ao nível da revitalização de uma zona nobre da cidade, mas também porque foi pensado para ser o alicerce de uma nova cidade, uma cidade inclusiva, uma cidade concebida para garantir que todas as pessoas desfrutem de um espaço urbano de qualidade e ambientalmente diversificado e sustentável”.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com