Conecte-se connosco

Empresas

Águas do Mondego apresenta livro Águas do Mondego e a sua História

Publicado

em

A Águas do Mondego apresenta hoje, 19 de novembro, pelas 18:00,  no Museu Nacional Machado de Castro, o seu livro Águas do Mondego e a sua História –  Tradição e Inovação na captação e tratamento de água, da autoria de José  Amado Mendes.

Esta obra pretende ser um estudo sobre a evolução da gestão e governança dos recursos  hídricos em Coimbra e na região Centro, desde a gestão municipal de abastecimento e  saneamento à gestão multimunicipal, com a constituição da Águas do Mondego, em 2004.

Como e-leitor sabe e se não sabe fica a saber,  Águas do Mondego tem por missão fornecer água em qualidade e quantidade aos  municípios de Ansião. Arganil, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Góis, Leiria, Lousã, Mealhada,  Miranda do Corvo, Penacova, Penela e Vila Nova de Poiares. Garantimos também que,  após a sua utilização, a água volte ao ambiente convenientemente tratada,  contribuindo assim para a sustentabilidade dos nossos meios hídricos.

Até 2012, foi realizado perto de 80% do investimento previsto no Contrato de  Concessão. A nível de saneamento, no ano transato, a AdM tratou as águas residuais de  perto de 248 mil habitantes dos concelhos de Ansião. Arganil, Coimbra, Condeixa-a-Nova,  Góis, Lousã, Miranda do Corvo, Penacova, Penela e Vila Nova de Poiares, contando com 43  ETAR, 48 Estações Elevatórias e 149 km de intercetores instalados.

Já a nível de fornecimento de água, a AdM serviu, em 2012, mais de 294 mil habitantes,  contabilizando três Estações de Tratamento de Água (ETA), oito captações, 42 Reservatórios,  23 Estações Elevatórias e 206 km de condutas instaladas.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
close-link
close-link